BEM-VINDOS

Obrigado pela sua chegada; não se esqueça que é de AMOR AGAPIANO* que essencialmento poeto, também erótico quando a propósito de algumas circunstâncias episódicas nas mais diversas proporções. Como estou avança(n)do no tempo, não se escandalize, porque o que é preciso erradicar do Mundo é o preconceito secular, topo onde está preponderantemente a regressão da Humanidade neste percurso da condição humana, nem sempre adequada ao futurecer* do Homem, albergado corporalmente neste Planeta, sem saber com precisão, na generalidade, onde está a sua/nossa Alma. [ Obs. os astericos* assinalam dois neologismos da nossa Língua ].

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 10 de abril de 2009

3 Sonetos para a Páscoa - Agnus Dei (2)


Ampara-me no acto que aleija,
neste, nesse ou noutro passo incerto.
Ampara-me na vida e fica perto
quando a alma já não sabe o que almeja.

Não te afastes de mim, mantém a Luz,
mantém a crença viva sem parar...
Corra eu no meu rio, ou no teu mar,
garante o direito de ser a quem tem jus.

Oferece a palavra a quem a lavra,
não deixes que abalroem esta senda,
porque o erro aconselha a sua emenda...

Ajuda-me a amansar a gente brava;
essa gente que nunca encontrou
a via, onde feliz, me (a)firmo e vou.

1 comentário:

Efigênia Coutinho disse...

Outro belo Soneto de Daniel Cristal.

A Poesia , é como um bom vinho
ou são cheias de alegrias ou de tristezas.
O banquete é provado pela própria vida.
Erguemos a taça pelo caminho com poesia!

FELIZ PÁSCOA 2009
Efigênia Coutinho