BEM-VINDOS

Obrigado pela sua chegada; não se esqueça que é de AMOR AGAPIANO* que essencialmento poeto, também erótico quando a propósito de algumas circunstâncias episódicas nas mais diversas proporções. Como estou avança(n)do no tempo, não se escandalize, porque o que é preciso erradicar do Mundo é o preconceito secular, topo onde está preponderantemente a regressão da Humanidade neste percurso da condição humana, nem sempre adequada ao futurecer* do Homem, albergado corporalmente neste Planeta, sem saber com precisão, na generalidade, onde está a sua/nossa Alma. [ Obs. os astericos* assinalam dois neologismos da nossa Língua ].

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 14 de abril de 2009

Ser Poeta - Daniel Cristal


Poeta não tem qualquer definição;
pode ser fome, pão ou mão amiga,
pode ser melodia ou canção,
ou chão que dá espiga em vez de urtiga.

Tudo pode ser... menos invejoso, 
mau carácter, vilão ou cobiçoso;
pode ser criatura desolada,
mas nunca a canalha empertigada.

E se for dessa escória que só dana,
que não chateie muito quem bem ama
o seu irmão com mente muito sana;

Porque poeta não é quem se ufana
que é, ou acredita no que é falso,
ou calça o chinelo no percalço.

2 comentários:

Francisco Vieira disse...

Lindo!
Sublime ate...
Pretendo seguir o seu blog. Espero que nao se importe
Um abraco

lumenamena disse...

Os poemas enriquecem a alma, nos ensina o mistério das palavras. Sentimos a sensibilidade de quem cria tão lindos poemas!

Vou seguir, sem dúvida.
Abraços