BEM-VINDOS

Obrigado pela sua chegada; não se esqueça que é de AMOR AGAPIANO* que essencialmento poeto, também erótico quando a propósito de algumas circunstâncias episódicas nas mais diversas proporções. Como estou avança(n)do no tempo, não se escandalize, porque o que é preciso erradicar do Mundo é o preconceito secular, topo onde está preponderantemente a regressão da Humanidade neste percurso da condição humana, nem sempre adequada ao futurecer* do Homem, albergado corporalmente neste Planeta, sem saber com precisão, na generalidade, onde está a sua/nossa Alma. [ Obs. os astericos* assinalam dois neologismos da nossa Língua ].

Pesquisar neste blogue

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Outono - Daniel Cristal


Hoje senti o ar fresco do Outono
E fiquei feliz.... muito contente
Por reparar que a chuva fora a dona
Dum dia de alegria desta gente.

Foi brisa refrescante, cheiro suave
A mar, a rio, a erva, a amora,
Um silvo animal, talvez de ave,
Um uivo ansioso entre a flora.

Foi fim do Verão! Agasalhei-me...
Ficou uma saudade bem severa
E uma esperança nova: Não nos queime
O que virá até à Primavera!

O Verão foi de fogo e de secura,
Destruiu a floresta, matou rês,
Matou gente... Foi época assaz dura
Pró povo! Só gozou quem é  burguês! 

1 comentário:

tertulías disse...

Que coisa mais bonita... obrigado!