BEM-VINDOS

Obrigado pela sua chegada; não se esqueça que é de AMOR AGAPIANO* que essencialmento poeto, também erótico quando a propósito de algumas circunstâncias episódicas nas mais diversas proporções. Como estou avança(n)do no tempo, não se escandalize, porque o que é preciso erradicar do Mundo é o preconceito secular, topo onde está preponderantemente a regressão da Humanidade neste percurso da condição humana, nem sempre adequada ao futurecer* do Homem, albergado corporalmente neste Planeta, sem saber com precisão, na generalidade, onde está a sua/nossa Alma. [ Obs. os astericos* assinalam dois neologismos da nossa Língua ].

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 9 de abril de 2009

3 Sonetos para a Páscoa - Agnus Dei (1)


Estão à minha espera os arcanjos
num céu muito estelar, sorrindo sempre;
lêem-me como a virgem no altar
com as damas que cuidam do rebanho.

Quando escrevo, escuto sons de banjos,
uma ou outra lira benquerente,
a voz de várias divas a amar,
pedindo mansidão pelo seu anho.

"Agnus Dei" assim crente, em ti me cerro,
anho mais céu que terra, sem pecado,
tirai a imperfeição que nos sobeja!

A tua mão me proteja quando erro,
corrige-me na crença este meu fado,
ampara-me no acto quando aleija.

5 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Estimado Mestre venho ler seu soneto e deixar uma uma :

PÁSCOA FELIZ

o significado da palavra
"Agnus Dei"
de seu soneto ,
que acredito ser interessante saberem:

"Agnus Dei"
Cordeiro de Deus ou em latim, Agnus Dei, é uma expressão utilizada pela religião cristã para se referir a Jesus Cristo, identificado como o salvador da humanidade, ao ter sido sacrificado em resgate pelo pecado original. Na arte e na simbologia icónica cristã, é frequentemente representado por um cordeiro com uma cruz. A expressão aparece no Novo Testamento, principalmente no Evangelho de João, onde João Baptista diz de Jesus: "Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo" (João, 1:29).

"Agnus Dei"
Objeto de devoção
Agnus Dei pode ser considerado também uma pequena peça, geralmente em metal dourado, que costuma ser usada por católicos como sinal da proteção divina.

Efigênia Coutinho
PÁSCOA DE 2009

Eliane Couto Triska disse...

Olá, Poeta Armando!
Deixo aqui meu abraço e desejos de uma Feliz Páscoa!
Bjs Eliane

Libânia Madureira disse...

A Tod@s Vós..

Cintilante(S) «SER (ES)»!...


Por entre os cílios
De Vossos olhos, luzidia síntese
De fluida tese.
Sublime clarão se desfolha
Íris que nos olha
Como explosão de corolas
Ornando nossos caminhos, nossas orlas,
Espalhando ao mundo
A palavra fértil, luzente
Instrumento melífluo
Unindo-nos ao imanente
Manancial profícuo…

Aceitem estes meus versos despretensiosos,
Comedidos, cinzelados em mim
Oferecendo assim
O que possuo,
Matando a minha sede de saber,
Continuando a beber
Desse Vosso néctar precioso
Com que me instruo.

Libânia Madureira

Libânia Madureira disse...

A Tod@s Vós..

Cintilante(S) «SER (ES)»!...


Por entre os cílios
De Vossos olhos, luzidia síntese
De fluida tese.
Sublime clarão se desfolha
Íris que nos olha
Como explosão de corolas
Ornando nossos caminhos, nossas orlas,
Espalhando ao mundo
A palavra fértil, luzente
Instrumento melífluo
Unindo-nos ao imanente
Manancial profícuo…

Aceitem estes meus versos despretensiosos,
Comedidos, cinzelados em mim
Oferecendo assim
O que possuo,
Matando a minha sede de saber,
Continuando a beber
Desse Vosso néctar precioso
Com que me instruo.

Libânia Madureira

Libânia Madureira disse...

A Tod@s Vós..

Cintilante(S) «SER (ES)»!...


Por entre os cílios
De Vossos olhos, luzidia síntese
De fluida tese.
Sublime clarão se desfolha
Íris que nos olha
Como explosão de corolas
Ornando nossos caminhos, nossas orlas,
Espalhando ao mundo
A palavra fértil, luzente
Instrumento melífluo
Unindo-nos ao imanente
Manancial profícuo…

Aceitem estes meus versos despretensiosos,
Comedidos, cinzelados em mim
Oferecendo assim
O que possuo,
Matando a minha sede de saber,
Continuando a beber
Desse Vosso néctar precioso
Com que me instruo.

Libânia Madureira